BISATE LODGE

A sofisticada arquitetura e design interior de Bisate será enraizado em uma construção de tradição ruandesa exemplificada no design da monarquia tradicional do Royal Palace. Esta esférica estrutura de palha ecoa os milhares de colinas que pontilham a paisagem de Ruanda, enquanto os interiores ricamente detalhados exibirão superfícies e telas feitas de uma variedade de materiais tecidos com forte ressonância na cultura ruandesa.

 

 Bisate_-_room__01_-_EXTERIOR_(brown_makuti)  Bisate_-_public_area__03_-_EXTERIOR_(2017_vegetation_crop)

Contando com seis vilas luxuosas na floresta, a real generosidade de Bisate no contexto ruandês é o exclusivo e privado espaço que circunda o Lodge, criando um cenário em uma paisagem rara repleta com a biodiversidade e beleza de Albertine Rift. Cada vila será harmonizada em 91m2 com uma generosa porém íntima combinação de quarto, espaço de recepção e banheiro, todas aquecidas por uma lareira central e uma vista de tirar o fôlego através de um deck privado em direção para o Bisoke Mount.

Inspiração cultural – exteriores:

 

Tendo como a tradição humana como base, a arquitetura de Bisate é inspirada pelo estilo ruandês de vida presente e passado. As estruturas nítidas e esféricas que compõem as principais características arquitetônicas do lodge têm suas raízes nos telhados arredondados e colmados do palácio real do monarca tradicional.

Inspirado na natureza, não é a toa que Ruanda é conhecida como “the land of a thousand hills” (a terra de milhares de colinas), caracterizada pelo ondulado e montanhoso terreno. Além disso, os vulcões que podem ser vistos pelo leste, incluindo Bisate, criam uma silhueta única à medida que seus topos tocam o céu. O Bisate em si é uma encosta íngreme, um cone vulcânico erodido – “bisate” significa “pedaços” em Kinyarwanda, descrevendo como o cone foi um dia completo, mas desgastado com a erosão natural – e a natureza curvada deste anfiteatro é ecoada nas formas esféricas das estruturas do lodge. As formas e esboços de Bisate acentuam o espetacular ambiente natural e capturam a essência dos vulcões Virunga, que podem ser vistos à distância, enquanto trazem a história humana de Ruanda.

 

Bisate_-_room__05_-_BATHROOM  Bisate_-_room__05_-_BATHROOM

 

 

Bisate_-_public_area__04_-_LOUNGE_BAR  Bisate_-_public_area__05_-_CELLAR

 

Inspiração cultural – interiores:

 

Ruanda é um país de contos e histórias para ser contadas e divididas, de tradições a serem transmitidas. Cada área no lodge é única, contando sua história ou fornecendo o cenário para se contar histórias, tanto em áreas comuns, decks com vistas maravilhosas como nos topos de montanhas cobertas de nuvens ou o na area aquecida do bar.

 

As cores e texturas do design interior são desenhadas com uma variedade de aspectos do estilo de vida ruandês, particularmente o uso têxtil colorido e texturas. A cor verde esmeralda nos tecidos e lustres é uma reminiscência dos verdes vibrantes das florestas tropicais, bem como os mercados vibrantes que pontilham as aldeias em todo o país. As cores tornam-se móveis e vivas quando vistas nos uniformes da equipe de funcionários. Seguindo com o compromisso da reciclagem, os lustres são de vidro reciclado, e o jarro de leite com o princípio “ibyansi” é reutilizado através de uma série de elementos.

 

image015    C.Culbert_Rwanda-Cultural_dancers_show-2

 

C.Culbert_Rwanda_MtnGorilla-1       C.Culbert_Rwanda_GoldenMonkey-2

 

Notas do editor: 

 

Sobre a Wilderness Safariswww.wilderness-safaris.com

INSTAGRAMwearewilderness

 

 - A Wilderness Safaris é a empresa de operação africana líder em autêntico e sustentável ecoturismo, especialista em experiências memoráveis em algumas das regiões mais remotas e intocadas da África. Neste sentido, oferecem aos hospedes acesso privativo a quase três milhões de hectares em algumas das reservas mais fantásticas de vida selvagem no continente, enquanto seguem comprometidos a proteger e preservar esse patrimônio natural e cultural.

 

  •  - Wilderness Safaris opera lodges e safáris em algumas das melhores regiões do continente em oito países: Botsuana, Quênia, Namíbia, Ruanda, Seychelles, África do Sul, Zâmbia e Zimbabwe.
  •  - Wilderness Safaris está profundamente comprometida aos seus 4 Cs de sustentabilidade ética: comercio, comunidade, cultura e conservação. Acreditando que a única e mais importante conquista até hoje é construir um modelo sustentável de negócio que não compromete o ambiente e que oferece emprego, treinamento, ferramentas, carreiras, ajusta os horizontes, esperança e alternativa real de desenvolvimento sustentável. 

 

Sobre a The Global Nomads

 (11) 2362 5412

fernanda@theglobalnomads.com.br

 

A The Global Nomads representa hotéis que compartilham da mesma visão inovadora sobre o ato de viajar. O portfólio é composto por propriedades em lugares remotos, que oferecem experiências e atividades na natureza, baseados no conceito de luxo do essencial e sustentabilidade, combinados com atividades ao ar livre e experiências culturais.

Os clientes representados pela TGN hoje são Corralco Resort de Montaña, Cristalino Lodge, explora (com lodges no Atacama, Patagônia Chilena, Ilha de Páscoa e Valle Sagrado) , Wilderness Safáris e o grupo Six Senses (com hotéis em Portugal, Seychelles, Maldivas, Oman, Tailândia, Vietnam e China).

A missão da The Global Nomads é colocar estes destinos em contato com os brasileiros que buscam jornadas que mudam vidas, são viajantes maduros, que estão em busca de viagens que os permite viver o autêntico e exclusivo, sem abrir mão do serviço de altíssimo padrão e segurança.

 

@theglobalnomadsbr

 

global

 

 

 

 

A beleza de À La Garçonne e Giuliana Romanno na SPFW N43

A equipe C.Kamura investiu nos principais trends da temporada para compor a beleza dos desfiles das marcas À La Garçonne e Giuliana Romanno durante a edição 43 da São Paulo Fashion Week, que aconteceu entre os dias 17 e 23 de março na Bienal do Ibiraquera. Os desfiles foram assinados em parceria com a M.A.C Cosmetics, Taiff Brasil e a Wella Professionals EIMI.
 
O minimalismo combinando com uma pela superiluminada foram os destaques de make das passarelas para a temporada outono/inverno deste ano. Para completar essa tendência mais urbana e despojada, um cabelo natural e com bastante textura trazendo de volta o mood da trança estilo boxeadora.
 
Quer conferir tudo o que rolou durante a semana de moda? Então dê o play!

Imagem de Amostra do You Tube

C.Kamura Beauty Week 2017

Se prepare para a semana mais desejada do ano: a Beauty Week, que acontece entre os dias 27 de março e 8 de abril. Para a sexta edição do evento mais democrático de beleza do País estamos com três combos imperdíveis, entre 80 e 250 reais, no C.Kamura São Paulo e Campinas. Confira!

La Garconne

 

C.Kamura São Paulo:

 

Combo Eu <3 Charming R$80: Sobrancelha (exceto Roosevelt Vanini) ou Manicure + Pedicure.

Combo Platinum R$160: Massagem modeladora ou relaxante com águas quente ou tratamento luxo Schwarzkopf Professional + escova.

Combo Schwarzkopf R$250: Corte + hidratação Schwarzkopf Professional + escova ou escova + manicure + pedicure.

C.Kamura Campinas:

 

Combo Eu <3 Charming R$80: Sobrancelha + depilação buço ou podologia

Combo Platinum R$160: Tratamento luxo Schwarzkopf Professional + escova ou escova + manicure + pedicure.

Combo Schwarzkopf R$250: Blindagem Anti-Yellow, “para Loiros perfeitos” + escova ou corte + hidratação Schwarzkopf Professional + escova.

 

Marque já o seu horário pelo telefone:

 

São Paulo: (11) 3061-5500 ou Whatsapp (11) 94763-6797

Campinas: (19) 3207-0995

C.Kamura na SPFW N43: ser natural é a tendência

A edição 43 da São Paulo Fashion Week aconteceu entre os dias 13 e 17 de março e a nossa equipe mais uma vez esteve por lá. O Beauty Artist Celso Kamura investiu em grandes trends da estação para assinar a beleza de três dos desfiles do evento de moda. Veja abaixo todos os destaques para você adotar já!

 

Lilly Sarti

 

A estilista Lilly Sarti abriu a semana de moda e trouxe uma beleza fresh e contemporânea. A maquiagem assinada pela maquiadora Fabiana Gomes, da M.A.C Cosmetics, e sua equipe apresentou uma pele superiluminada com os novos produtos da marca, o Strobe Cream Hydratant e o Extra Dimension Skin Finish, que hidratam e iluminam em quatro tonalidades diferentes. Os lábios tiverem um efeito de “boca manchada de vinho”, com pequenas batidinhas dos batons retro matte liquid nas cores Carnivorous e Topped With Brandy. No cabelo, a equipe C.Kamura reforçou o conceito de muita textura e efeito natural. Para realçar o mood de forma espontânea, o segredo foi optar por um spray de água do mar, como o Absolut Set da Wella EIMI.

8Y4A1766

 

GIuliana Romanno

 

O minimalismo tomou conta da beleza das modelos do desfile da estilista Giuliana Romanno. Cabelo in natura e olhos destacados com o beauty trend under eye shadow foram as peças-chave do shape assinado pelo Beauty Artist Celso Kamura e sua equipe em parceria com a M.A.C Cosmetics. Para garantir o efeito gatinho na linha d’água inferior foi utilizado o lápis chromagraphic na cor marine ultra. A pele foi iluminada com Strobe Cream Hydratant, que realça o glow do rosto de forma mais orgânica, e a boca ganhou uma cor nude com o batom Burt Spice. Para finalizar e realçar a textura dos fios, foi utilizado um salt spray na parte de trás dos cabelos.

8Y4A2466

 

À La Garçonne

Finalizando a semana de moda em São Paulo, o desfile da À La Garçonne apresentou uma beleza totalmente urbana e natural, inspirada em um estilo boxeador. A maquiagem ganhou um olhar monocromático em tom rosa com produtos orgânicos e veganos da nova marca nacional de cosméticos Simple Organic. Para representar o estilo despojado da cidade, as tranças boxeadoras foram o ponto alto do visual. Para arrematar, as unhas stiletto representaram o mix entre naturalidade e sexy dirty proposto pela grife.

 
8Y4A3109
Fotos: Patricia Canola

Noiva em 4 versões

Ideias sofisticadas de cabelo e make para você escolher a que mais combina com o seu estilo

 

Foto: Patricia Canola

 

COOL E MINIMALISTA
O acabamento messy invadiu o mundo da beleza e é tendência para aquelas que não curtem looks estruturados. O styling assinado pelo CK Artist Bruno Ximendes tem alguns truques para garantir esse efeito. “Busquei inspiração nos coques gregos e trabalhei com a trança e o aspecto podrinho, arrematando com o volume da raiz”, diz. Com isso, a maquiagem colorida ganhou um toque minimal. “A pele é leve e iluminada, perfeita para receber o cintilante da sombra e do blush cremosos”, explica o CK Artist Roosevelt Vanini.

Foto: Patricia Canola

 

PIN-UP FASHIONISTA 

O retrô dos anos 50 não sai de cena. Esse visual de época revisitado cai bem para composições urbanas. Apesar de ser clássico, é indicado para noivas que gostam de sair do comum. “O cabelo é elaborado com dois rolinhos, e as ondulações garantem a finalização moderna. Fica ótimo em comprimentos médios”, diz Bruno. Ao contrário do coque, que destaca apenas a parte de trás, esse penteado é trabalhado em primeiro plano e potencializa o make. Por isso, harmonizar é essencial. “A pele é fresh. Fiz apenas uma combinação de duas sombras acobreadas nos olhos. A boca ganhou hidratação com um pouco de gloss sobre o batom nude”, explica Roosevelt.

 

noiva3

 

 

LADYLIKE 

As noivas que buscam um estilo romântico devem considerar os acessórios de cabelo. Para isso, uma das sugestões é investir na estruturação dos fios. “O penteado é ideal para quem quer algo mais delicado”, explica o CK Artist Isac Muniz. Na maquiagem, as cores quentes ajudam a criar o efeito sombré. Os tons de marrom, vinho ou marsala (usado na foto) são os mais indicados. “Apliquei a sombra na pálpebra, delimitando o côncavo sem invadir o contorno. Isso é o que chamamos de jogo de luz e sombra”, diz Roosevelt Vanini.

 

Foto: Patricia Canola
Foto: Patricia Canola

 

70’S HIPPIE CHIC

O clima setentinha aparece na explosão de cores e texturas dessa beauté e é perfeita para noivas descoladas que desejam uma cerimônia ao ar livre. “O cabelo frisado com babyliss combina perfeitamente com um vestido vintage”, diz Isac. Para garantir o toque contemporâneo, tons vibrantes são bem-vindos na maquiagem. “Dosei a pigmentação da sombra contornando todo o olho com uma tonalidade quente. O gran finale fica por conta do destaque do côncavo com o preto”, conta Roosevelt.

 

Foto: Patricia Canola

 

Fotos: Patrícia Canola

Texto: Marcela Rocha

Cabelo: Bruno Ximenes e Isac Muniz

Maquiagem: Roosevelt Vanini

Johnny Hooker canta amor e resistência

Para Johhny Hooker cantar é uma forma de luta e de protesto a favor da liberdade. Feminista e carismático, ele movimenta fãs por todo o Brasil. Veja a entrevista com o cantor para a nova edição da revista Conexão C.Kamura!

Por Graziela Salomão

 

Foto Ricardo Toscani

 

“O Johnny Hooker que sobe no palco é mais ousado.” É assim que esse pernambucano de 27 anos se define como artista. E a mudança é, de fato, marcante. Ele deixa de lado a discrição e os óculos de grau e assume, com seu delineador preto e figurino cheio de brilhos (que inclui meia-calça e lingerie fio dental), uma outra persona. À primeira vista, a imagem lembra as performances de Ney Matogrosso, mas as influências, segundo Hooker, seguem mesmo é a tríade David Bowie + Madonna + Caetano Veloso.

 

Um dos destaques da nova cena musical brasileira, o cantor está em alta com seu segundo álbum, chamado “Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito!”. “Minha música é uma mistura de vários gêneros. É muito quem eu sou, do Recife onde cresci, dos amores que tive”, conta. Morador do Rio de Janeiro há três anos, suas canções exaltam romances homoafetivos e são uma forma de protesto. “Quando se canta um amor proibido, se pensa em uma sociedade que marginaliza uma forma de amar.” É essa representatividade que ele quer trazer para sua arte. Antes de chegar ao sucesso de agora, Johnny atuou na novela “Geração Brasil”, da TV Globo, e escreveu a trilha do filme “Tatuagem” (2013). Em 2015, conquistou reconhecimento da crítica ao ganhar o 26 Prêmio de Música Brasileira como melhor cantor. Neste bate-papo, ele fala sobre arte, música e beleza. Delicie-se!

 

Você vem de uma família de artistas. Isso te moveu a seguir o mesmo caminho?
Sou um privilegiado por ter nascido nessa família que tinha vocação artística e exercia a arte e o pensamento livre e crítico. Sempre fui muito fascinado por esse lado da minha mãe. Ela era fã de David Bowie, que se transformou em meu grande ídolo. Minhas primeiras memórias são ouvindo Bowie depois dos almoços de domingo. Enquanto minha mãe era mais punk e brincava com essas coisas de gênero, meu pai era o pop que gostava de Prince, Jorge Ben Jor, Caetano Veloso.

 

Você canta e atua: prefere algum deles?

Minha primeira paixão foi o cinema. Achava que queria ser ator. Essa coisa visual de Madonna e Caetano sempre foi forte. Na adolescência, percebi que era na música que me reconhecia no grupo de pessoas com quem ia andar e que ia amar. Ela começou a fazer parte do meu dia, dos meus dramas, dos meus pensamentos.

 

Como foi seu começo na música?

Aos 15 anos, montei uma banda de rock, coloquei um casaco prateado, pintei meu cabelo de loiro e fizemos acontecer. Ainda tenho esse traço do rock’n’roll e dessa energia imponente, de provocação e de chamar as pes- soas para dançar. Está no meu DNA.

 

Como você classifica sua música: pop, nova MPB?

É uma mistura dessas coisas todas. Tento trazer essas influências de uma maneira moderna, fazendo algo que chame as pessoas para sofrer, dançar, exorcizar. Quero que elas façam daquela música um momento da vida. 

 

Foto Ricardo Toscani

 

A temática de suas músicas é quase sempre o amor e a relação homoafetiva. Muito do que já viveu está nelas?

O legal de escrever canções é que elas são minicontos. Elas levam muito para o lado personalista, mas é uma questão de leitura. Gosto de interpretar papéis e faço isso com a música: posso ser um homem, uma mulher, alguém mais velho. As possibilidades de criação são inúmeras. A vida é muito curta para interpretar o mesmo personagem sempre.

 

Você diria que canta o amor e a dor?

Os amores são pedaços de histórias costurados da vida que vejo e que leio. Tem pedaços reais, outros ficcionais. Lógico que você joga sua dor na música, seus sentimentos, mas não precisa estar realmente sofrendo para fazer uma canção assim. Música é faz de conta, como o teatro. 

 

Cantar é sua forma de protestar?  

Com certeza. Não precisa dizer a palavra homofobia para que as pessoas entendam que é uma doença da sociedade. Analisando meu trabalho percebi que, muitas vezes, coisas ditas no calor da emoção estão cheias de política e protesto. Na afetividade, pode-se ser político, sim. O afeto é o que prende os laços humanos. 

 

O que você quer despertar nas pessoas?

Quero que elas ouçam minha música e exorcizem os demônios delas. Que pensem que o futuro vai ser melhor, mesmo se os avanços forem a passo de formiguinha. Meu desejo é despertar a esperança de viverem a vida com a liberdade de que precisam.

 

A maquiagem é uma forma de se expressar e de cuidar da sua beleza?
No dia a dia não tenho muitos cuidados. Sou meio hippie. A inspiração da maquiagem que uso nos shows vem de divas hollywoodianas, como Elizabeth Taylor no filme “Cleópatra”. O figurino é o mais mágico possível. É para aquela criatura no palco não ser homem, nem mulher. Não tenho muitos segredos de beleza, mas gosto de ler e ver sobre o assunto.

 

Quem é o Johnny de todo dia e quem é o artista?
Um é meio nerd, usa óculos, se veste mais despojado. Aquele que sobe no palco é mais ousado, agressivo. Sou calmo no cotidiano e não gosto muito de expor minha vida social. Quero que meu trabalho fale por mim nas redes sociais. Deixo toda a fúria e a energia sexual de catarse para o palco. 

 

Você é feminista?

Fui criado por uma mulher libertária, feminista, que sempre passou para mim a complexidade em relação aos outros. Sou reflexo de quem me criou. Não é mais do que minha obrigação falar sobre essas coisas e levantar essa bandeira. O que mais quero é um mundo dominado por quem deseja ser livre.

 

Foto: Ricardo Toscani

 

Cabelos de festa para você se inspirar!

Foto Alex Batista

 

BABYLISS DIGNO DE OSCAR
Fios curtos também podem ganhar ondas de babyliss. “Experimente fazer uma risca lateral e modelar apenas a franja, deixando o resto do cabelo liso, mas com textura”, sugere o beauty artist Celso Kamura.

 

Foto Alex Batista

 

TRANÇA NADA FOFA

Cansada do estilo boxeadora ou daquelas versões românticas demais? Que tal um meio-termo? A trança embutida sai da nuca, contorna o rosto e termina solta sobre os ombros, te deixando com um ar de guerreira nórdica e, ao mesmo tempo, muito feminina.

DICA: combine com um esfumado preto na raiz dos cílios inferiores para ficar mais sexy.

 

Foto Alex Batista

 

RETRÔ NA MEDIDA

Para quem quer dançar cheia de glamour até o dia raiar: cubra os fios com gel fixador de efeito molhado e penteie tudo para trás. Arremate com a ondulação na franja, característica da década de 1920. Look com mais personalidade impossível!

DICA: um batom vinho profundo coberto com gloss será seu acompanhante perfeito.

 

Foto Alex Batista

 

RABO DE CAVALO COM GRAÇA
Acha que esse penteado é difícil de fazer? Pois acredite, ele não é! “Torça intensamente algumas mechas de cabelo e cubra o elástico com elas”, ensina Celso. É 100% de impacto com (qua- se) zero esforço.

Boca tudo

Descubra as cores e texturas para esquentar a maquiagem, como manda o figurino para a próxima estação!

 

foto6

 

HOT HOT HOT

Vermelho nunca sai de moda, mas vale atualizar o clássico mate com uma versão cremosa. A cobertura confortável deixa os lábios com a aparência de mais carnudos. Para um acabamento profissional, contorne a boca toda com corretivo, usando um pincel chanfrado.

PARA COMBINAR: substitua o esmalte nude por um dourado.

 

foto3

 

foto5

 

QUASE CHICLETE

Troque o rosa pálido e opaco por uma variação de pink mais molhadinha e suculenta, quase beirando o coral. Em vez do batom de sempre, experimente um gloss bem pigmentado. As opções atuais não são nada grudentas e mais lembram um gel.

PARA COMBINAR: deixe as unhas quadradas levemente arredondadas – o formato do momento.

 

Foto Alex Batista

 

VELUDO

Nem pink nem roxa, a boca da vez é magenta e vibrante. Procure pelas fórmulas líquidas e opacas, que são mais fáceis de aplicar. Evite borrões contornando e preenchendo os lábios com um lápis à prova d’água antes de aplicar o batom.

PARA COMBINAR: você gosta de unhas compridas? Tente o formato stiletto, longo e pontudo.

Foto Alex Batista

 

DOCE DE LEITE

O marrom acinzentado e extrasseco do inverno dá lugar a um tom de caramelo solar. Quer aderir à tendência? Cubra a boca com gloss transparente. Outra dica é apostar em um óleo labial, que, além da cor, também trata a pele.

PARA COMBINAR: vale sair monocromática, com batom e unha combinando!

 

Foto Alex Batista

 

INVISTA NO CROMADO

Atualize o batom vinho dramático com uma versão metalizada. Essa é a finalização da temporada! O melhor é que ela cai como uma luva se for combinada a looks adocicados, já que não te deixará nem gótica, nem fofa demais.

PARA COMBINAR: o azul bebê é o novo branquinho, cor que dominou o mood fashion no último verão.

 

Foto Alex Batista

 

Fotos Alex Batista, Edição Vânica Goy, Beleza Celso Kamura, Styling Fernanda Ary

C.Kamura na SPFW N42: a edição em que a passarela abraçou a diversidade

 

Com a proposta de mostrar a diversidade de São Paulo e sua pluralidade de estilos, a São Paulo Fashion Week N42 aconteceu entre os dias 23 e 28 de outubro. Nosso beauty artist Celso Kamura e suas equipes de São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro trabalharam intensamente e assinaram a beleza de sete desfiles desta temporada. Cada passarela teve uma beleza especial. Confira os destaques a seguir: 

 

 

A la Garçonne

 

 

À La Garçonne

 

 

O desfile aconteceu no Museu de Arte de São Paulo, um dos maiores cartões postais da cidade. A moda urbana e com pegada street style da grife ganhou um toque ainda mais moderno graças à beleza natural e despojada criada por Celso Kamura. Para isso, a pele foi corrigida levemente e ganhou luz natural com a linha lightful da M.A.C., que hidrata e ilumina. Nos lábios, o coral “BarbeCue” também da M.A.C., foi aplicado em batidinhas. A sobrancelha marcada voltou a ser destaque. No cabelo, textura in natura com toque atual. Nossos CK Artists apostaram nos estilizadores, ressaltando a estrutura dos fios e dando corpo e movimento graças à linha EIMI, da Wella Professionals Brasil.


experimento nohda

 

Experimento Nohda


A beleza natural também foi o foco do desfile das marcas do Grupo Nohda (Apartamento 03, PatBo, Patrícia Bonaldi e Lucas Magalhães), que aconteceu no Teatro Oficina. A pele ultra soft, porém bem iluminada, foi peça-chave dos makes elaborados com produtos da M.A.C. A base mineral de cobertura leve Lightful C e quatro tons de corretivo cobriram as imperfeições. Nos lábios, o Tender Talk Lip Balm realçou a cor e tem tecnologia capaz de mudar a tonalidade de acordo com a temperatura do lábio de casa pessoa. O cabelo veio com finalização leve, usando produtos das Wella Professionals Brasil. “Nessa coleção, caminhamos para o minimalismo em que eu realmente acredito. As pessoas já aprenderam a fazer tudo e agora estão em uma onda mais calma”, explica Kamura. 

 

lilly sarti

 

Lilly Sarti


As composições-desejo da estilista Lilly Sarti tiveram a maquiagem assinada por Fabiana Gomes, maquiadora oficial da M.A.C., que trouxe uma pele leve e iluminada. O hero do look foi o batom, que mudou de lugar e ganhou espaço nos olhos e bochechas, substituindo o blush. O eleito foi o “ablaZe”, da M.A.C. O lápis dourado Star Trek arrematou o visual e deu um toque de brilho no olhar.  A equipe C.Kamura foi responsável pelo cabelo: estruturado e com volume, combo perfeito para um look que pode ser usado em diversas ocasiões. A parte da frente dos fios foi dividida e frisada com grampos para dar textura diferenciada. O segredo, segundo Celso Kamura, é arrematar com o Spray Dynamic Fix, da Wella Professionals Brasil, da linha EIMI. 

 

samuel

 

 

Samuel Cirnansck

Aqui a proposta foi uma it-girl com pegada californiana. A moda do estilista trouxe peças minimalistas e sofisticadas que vão das passarelas para as ruas tranquilamente. A parceria da equipe de Celso Kamura, da Wella Professionals Brasil e da M.A.C. trouxe uma beleza com destaque para os olhos, que ganhou cor com as sombras espresso, wedge e kid e uma finalização iluminada e moderna graças ao iluminador dourado mineralize soft and gentle e o delineador fluidine blacktrack. Para arrematar, uma camada de máscara haute & naughty e o lápis cromagraphic pure white. Para um ar messy nos fios, muito spray de água do mar Ocean Spritz, da linha EIMI, da Wella Professionals Brasil.

 

helo rocha

 

Helô Rocha

 

 

Cabelos ao natural + make iluminado: essa foi a proposta da estilista Helô para as passarelas da SPFW. Para isso, nosso beauty artist Celso Kamura, em parceria com a Wella Professionals, fez um styling com o spray Ocean Spritz que manteve a estrutura real do cabelo de cada modelo. Já o make, produzido pela maquiadora da M.A.C Fabiana Gomes, foi trabalhado com um brilho dourado com glitter. Outro destaque foi o pigmento melon em variações de mistura com o mixing médium para garantir um visual único. Para finalizar, máscara Haute & Naughty Lash. 

 

cotton

 

Cotton Project


A beleza foi inspirada no street style, marca registrada da Cotton Project. A pele foi hidratada e corrigida para minimizar imperfeições com a linha Lightfull C da M.A.C. Outra aposta foram os grafismos nos rostos, ondas azuis nos olhos com os pigmentos acrylic cyan e marine ultra, da M.A.C. e um contorno de boca vermelho, em referência à artista espanhola Blanca Miró. No cabelo, a ideia era apostar nos fios secos e estrutura natural, finalizados com a pomada Just Brilliant da linha EIMI, da Wella Professionals. 

 

coca-cola

 

Coca-Cola Jeans


Em parceria com a M.A.C. e a Wella Professionals, a beleza criada por Kamura teve uma pele superiluminada com produtos da linha lightful e cream color base na cor Shell da M.A.C. O toque moderno ficou por conta dos olhos com o brilho do mineralize soft and gentle e o pigmento vermelho acrylic paint, que inovou o côncavo com traços finos. 

 

 

 

Celso Kamura assina beleza de Paolla Oliveira

 

Foto Danilo Borges

Foto Danilo Borges

À convite da revista digital AbsolutMag, Celso Kamura preparou uma versão nada óbvia da atriz Paolla Oliveira para o editorial de comemoração de um ano da revista. Cabelos com muito volume, feito com papelote, e um make ultra glow foram inspirados nas divas dos anos 70/80. 

 

Para compor o visual da atriz, Kamura contou com o olhar apurado da dupla de stylists Juliano Pessoa e Zuel Ferreira. Os cliques e a direção foram de Danilo Borges, idealizador da publicação. 

Foto Danilo Borges

Foto Danilo Borges

 

“Sempre nos encontramos no salão do Rio, no VillageMall, mas nunca tinha feito uma beleza tão especial para ela. Ela se transforma em frente à câmera, cresce e vira um mulherão. Foi muito divertido fazer esse editorial com pessoas tão queridas, Danilo, Juliano e Zuel, Mariana, empresária da Paolla, grandes amigos. É daqueles trabalhos que a gente nem vê a hora passar”, comenta Kamura. 

Foto Danilo Borges

Foto Danilo Borges

 

Longe da TV desde Além do Tempo, quando interpretou a vilã Melissa, Paolla promete surpreender em seu próximo trabalho, que será exibido no horário das 9, em 2017. Na trama escrita por Gloria Perez, a namorada de Rogério Gomes, com quem sempre é fotografada, dará vida a uma policial que também lutará. “Nunca trabalhei com a Glória, ela tem sempre personagens femininos muito bons, estou ansiosa, animada. Não peguei nada da sinopse, mas parece que ela será uma policial militar e também vai lutar. Ser policial, lutadora é um outro universo. Um contexto que as pessoas nunca me viram. Vai ser diferente”, afirmou em recente entrevista. 

Foto Danilo Borges

Foto Danilo Borges

 

Foto Danilo Borges

Foto Danilo Borges